Hoje é

TRATAMENTO ENDOVASCULAR DE ANEURISMA CEREBRAL ASSINTOMÁTICO POR MEIO DE IMPLANTE DE STENT TIPO PIPELINE

O tratamento endovascular de aneurisma cerebral não roto por meio do implante de stent tipo Pipeline é um procedimento cirúrgico realizado em sala de hemodinâmica. Esta técnica recentemente descrita na literatura consiste no desvio do fluxo do interior do aneurisma provocado pelo implante do stent tipo Pipeline (flow-diverter). O desvio do fluxo determina trombose progressiva do saco aneurismal e oclusão do mesmo em cerca de 90% dos casos após 6 meses do procedimento. A indicação do procedimento é definida por seu médico(a) assistente e realizada por equipe especializada, tendo como finalidade a oclusão total ou subtotal do aneurisma, tentando com  isto reduzir o risco de ruptura com conseqüente hemorragia cerebral (subaracnóide ou intraparenquimatosa) ou efeito de massa. Em alguns casos o stent não é liberado adjacente ao colo do aneurisma, principalmente devido a anatomia desfavorável do aneurisma ou das artérias o que determina o insucesso do procedimento.

Abaixo estão listadas as possíveis complicações neurológicas inerentes ao procedimento no per e pós operatório precoce e tardio:

  • Isquemia cerebral: causada por formação de trombos nos materiais cirúrgicos ou por lesão dos vasos: As isquemias podem ser do tipo ataque isquêmico transitório (revertem em horas), isquemia leve (déficit mínimo) ou grave (déficit importante).
  • Estenose do stent
  • Hemorragia cerebral aguda – causada pela ruptura do aneurisma durante o procedimento ou por perfuração de vasos durante a manipulação dos materiais cirúrgicos.
  • Hemorragia cerebral no pós-operatório mediato e tardio: devido a ruptura do aneurisma ou hemorragia a distancia ( intraparenquimatosa).
  • Oclusao de artérias adjacentes a zona de implantação do stent ( no caso especifico da paciente a artéria coroidea anterior nasce do aneurisma )
  • As complicações neurológicas podem determinar o surgimento de seqüelas neurológicas ou até mesmo óbito

Dentre as complicações não neurológicas podemos citar:

  • Descompensação de doença pré existente.
  • Reação alérgica ao contraste.
  • Hematoma no local da punção.
  • Outras: Alteração da função renal, pseudoaneurisma em região da punção, hemorragia retro-peritoneal, reação pirogênica, infecção, complicações anestésicas, trombose venosa entre outros.

 

_________________________________            ________________________________

Assinatura do paciente / responsável                      Assinatura do médico responsável

 

_________________________________            ________________________________

Assinatura da testemunha                                       Assinatura da testemunha

Download do termo em PDF

SBNR Informa!

Clique e veja o Edital de Convocação