Hoje é

STAR-LIVE: AVCI discutido por especialistas com dinâmica interativa

STAR-LIVE: AVCI discutido por especialistas com dinâmica interativa

Nos dias 27 e 28 de abril de 2018, Fortaleza recebeu o STAR-LIVE (Stroke Tutorial from Assessment to Reperfusion ) um tutorial de assistência ao paciente com AVCI desde o sintoma inicial até os cuidados pós-reperfusão. Professor Raul Nogueira (Emory University Atlanta-Estados Unidos), um dos mais eminentes formadores opiniões internacionais no tratamento agudo do AVCI foi o coordenador principal com a colaboração de Francisco José Mont’Alverne (Neurorradiologia HGF-Fortaleza) e João José Carvalho (Neurologia HGF-Fortaleza). O evento teve como marca principal uma dinâmica interativa baseado em casos clínicos reais seguindo a metodologia Problem based learning, de forma que o conhecimento foi gerado por todos os participantes ao longo das discussões. Durante diferentes sessões interativas casos clínicos foram apresentados, sendo a interação assegurada por meio de sistema de votação eletrônica e as discussões mediadas por seleto grupo de moderadores a partir das respostas obtidas. Uma das ilustres presenças no evento foi o Professor Vincent Costalat (Neurorradiologista da Université de Marseilles – França), por figurar entre os mais ativos centros de tratamento do AVCI na Europa com 400 casos de trombectomia por ano. Assim foi possível fundir distintas escolas de tratamento e, sobretudo, diferentes realidades assistenciais com fito de ampliar a perspectiva da linha de cuidado do AVCI.
Um dos momentos mais relevantes do evento foi o workshop do trombo (Clot’s Workshop), que pela primeira vez veio para a América Latina, sendo ministrado por Mahamood Mirza,PhD, Msc, MD, que sendo engenheiro e médico desenvolve uma abordagem particular de pesquisa na Irlanda voltada para a compreensão das propriedade físicas dos trombos eritrocíticos e de fibrina, na circulação intracraniana. Segundo o pesquisador: “O desenvolvimento de melhores estratégias de tratamento serão provenientes de uma melhor compreensão dos aspectos biomecânicos (compressibilidade, coeficiente de atrito…) dos diferentes tipo de trombo, bem como o seu comportamento sob o efeito da pressão arterial durante uma oclusão (efeito martelo d’agua) e o risco de fragmentação.”
O Professor Raul Nogueira deu sua impressão sobre o evento: “Ficamos extremamente satisfeitos com o resultado do evento, já que tínhamos como objetivo principal reunir em um ambiente de discussão os principais atores nacionais para difundir os conhecimentos acumulados no tratamento AVCi. A grande peculiaridade do evento foi efetivamente a confecção conjunta do aprendizado de forma dinâmica e sem relação hierarquia professor-aluno, com participação sobretudo de Neurorradiologistas e Neurologistas. Não temos, na atualidade um evento com estas características nos Estados Unidos”.
O professor João José Carvalho comentou ainda: ”De uma maneira geral o principal obstáculo no atendimento do AVCI é o pré-hospitalar. Não adianta ficarmos isolados em nossa atividade assistencial hospitalar sem pensarmos a linha de cuidado como um todo. Assim discutir e estruturas as redes de referenciamento regionais é papel fundamental do profissional que lida com AVCi, as realidade locais são diferentes”.
Nesse sentido a discussão dos avanços nos métodos de imagem do AVCi e no desenvolvimento de medicações e devices para tratamento do AVCI é fundamental e deve acontecer, porém como o tempo entre o sintoma e a recanalização pós-AVCI é um dos principais fatores prognósticos, a logística de atendimento pré-hospitalar e intra-hopitalar deve ser sempre priorizada.
Reunindo 230 participantes representando os principais centros de assistência, ensino e pesquisa em AVC, sendo que apenas 38% destes foram provenientes do Ceará, garantindo a solidificação do evento como nacional, abrangendo 19 estados dispersos por todas as regiões do país.
Um ponto ímpar desse evento foi a capacidade de unir em uma atmosfera de discussão emergencistas, médicos do SAMU, Neurologistas, Neurologistas Vasculares, Neurorradiologistas Intervencionistas e diagnósticos, Neurointensivistas de forma que as variadas etapas do atendimento do AVCI puderam ser abordadas e apreciadas pelos diferentes atores envolvidos no processo.
STAR-LIVE torna-se então um must see para quem lida com AVC , aguardemos então a nova edição em 12 e 13 de abril de 2019.

SBNR Informa!

Clique e veja o Edital de Convocação